Buscar
  • Douglas Peternela

Quando um líder se SABOTA?

Atualizado: 2 de Set de 2019


Hoje, quando estava aqui pensando sobre o tema autossabotagem por conta de uma palestra que farei, me ocorreram as seguintes perguntas:

- Quando um líder se sabota? Que ações adotadas por um líder acabam sendo prejudiciais para sua própria liderança (o chamado tiro no pé)?

Como usar filmes para apresentar um conceito ou ilustrar um ponto de vista é algo de que gosto muito e faz parte da maneira como eu penso, lembrei-me de uma cena do filme Cruzada, (Kingdom of Heaven, 2005, direção de Ridley Scott) que mostra a decisão que o rei de Jerusalém toma, logo depois de assumir o trono.

Seu antecessor, Balduíno IV (conhecido como Rei Leproso) morreu, e o novo rei, Guido de Lusignan, decide travar uma batalha com o maior inimigo do reino, Saladino. O problema é que sua ideia era levar o exército ao território inimigo, que ficava em pleno deserto! Parte de sua corte e inclusive Balian, o personagem principal interpretado por Orlando Bloom, o aconselhou para que não dividisse suas forças, e não levasse seus homens para fora da segurança dos muros de Jerusalém.

Saladino e seus liderados eram homens do deserto, que conheciam muito bem a região e seus recursos. Já os soldados de Jerusalém, com suas armaduras, cotas de malha e pouca água disponível, estariam totalmente fora de seu elemento.

Foi o que aconteceu. Movido pelo ego e desejo de deixar sua marca na história, o novo líder não dá ouvidos aos conselhos de sua equipe e conduziu a campanha, que foi um terrível e humilhante fracasso, resultando no massacre de muitos homens.

cena do filme "Cruzada". Derrota em batalha.

Penso que ignorar conselhos de pares e colegas, expor a equipe a situações de estresse desnecessário e deixar que o ego e desejo de alcançar um resultado a qualquer custo lhe cegue, é um bom exemplo de sabotagem que um líder pode infligir a si mesmo. A pessoa quer tanto obter sucesso como líder, que acaba forçando a mão e se sabotando no processo. Ter autoconfiança é uma coisa; não escutar opiniões embasadas de pessoas envolvidas na mesma causa, é completamente outra. O fato é que, líderes ou não, estamos sujeitos a esse tipo de comportamento, conhecido como autossabotagem. É quando nós mesmos nos tornamos nosso maior inimigo. Uma boa forma de evitar seus nocivos efeitos, é compreender como ela funciona, porque acontece e o que podemos fazer, a esse respeito. Você consegue pensar em algum outro tipo de autossabotagem que um líder pode acabar apresentando, se não estiver atento? Já viu algo assim acontecer? Ou lembra-se de alguma outra cena de filme, que mostre algo assim? Deixe seu comentário, terei prazer em ler e responder!


Douglas Peternela

Nota: Dias depois de escrever este artigo, fiz a palestra que mencionei. Além de explicar como funciona o processo de autossabotagem, abordei os principais tipos de sabotadores internos (dá para fazer um teste e descobrir qual é o seu) e ações concretas que podem ser tomadas, para romper com esse comportamento sabotador. A palestra foi gravada, fiz uma edição e ficou uma aula completa, bem bacana, com exercícios e os slides utilizados, disponíveis para download. Chama-se ROMPENDO O CICLO DA AUTOSSABOTAGEM, e você pode acessá-la agora mesmo, se quiser. Para isso, clique aqui.

© 2019    Douglas Peternela. Todos os direitos reservados. Política de Privacidade.  Termos de Uso.

  • White Facebook Icon
  • YouTube - White Circle